Os pintinhos s√£o fofos, ador√°veis e dif√≠ceis de resistir, os pintinhos s√£o sens√≠veis ao ambiente e precisam dos cuidados apropriados para crescerem e se tornarem galinhas saud√°veis. Ao criar o habitat apropriado e promover a sa√ļde do pintinho, voc√™ poder√° zelar por ele e observ√°-lo crescer.

Providencie um lar. 

Preparar o habitat apropriado para o pintinho √© uma tarefa simples. √Č poss√≠vel usar v√°rios tipos de habita√ß√Ķes, as quais podem ser compradas ou constru√≠das com materiais encontrados em casa. Caso tenha mais de um animal, providencie um habitat que possa abrigar a todos confortavelmente utilizando algumas das seguintes op√ß√Ķes:

  • Uma caixa de papel√£o simples.
  • Um aqu√°rio.
  • Uma caixa de transporte para gatos.
  • Uma gaiola para porquinhos-da-√≠ndia.
  • Se tiver a m√£e junto deixe com ela para aquece-los e proteger
  • Arrume um lugar grande para a galinha e seus pintinhos.

Coloque a casa do pintinho em um local protegido. 

Pelo fato de ser tão jovem e pequeno, o pintinho corre bastante risco de cair e de se tornar alvo de outros animais. Mantenha a casa dele em um espaço onde ele não possa cair ou escapar e que esteja fora do alcance de outros animais de estimação.

  • Voc√™ pode colocar uma tampa ventilada no habitat do pintinho sempre que n√£o estiver em casa ou n√£o puder ficar de olho nele. Dessa forma, o pintinho ficar√° fora do alcance de outros animais de estima√ß√£o, al√©m de n√£o correr o risco de cair da gaiola.
  • Evite colocar a gaiola do pintinho em qualquer espa√ßo alto demais. Dessa forma, ele n√£o correr√° o risco de sofrer uma queda grave, o que poderia ser fatal.
  • Lembrando que se tiver a m√£e o local deve ser adaptado para ela tamb√©m.

Cubra a gaiola. 

Os pintinhos e as galinhas s√£o bastante sens√≠veis √† temperatura. √Č importante cobrir a gaiola com materiais que mantenham o animal aquecido, evitando que ele morra ou fique doente.

  • Cubra a gaiola com toalhas ou cobertores velhos durante as primeiras semanas de vida do pintinho. Verifique se n√£o h√° fios soltos nas cobertas, pois eles podem ser engolidos pelo bichinho ou at√© mesmo estrangul√°-lo.
  • Troque a cobertura da gaiola por palha e jornal ap√≥s algumas semanas. Procure cobrir a parte de baixo da gaiola com uma quantidade suficiente de palha, pois a superf√≠cie escorregadia do jornal pode causar mal forma√ß√£o nas pernas do pintinho durante a fase de desenvolvimento dele.
  • Mantenha sempre tudo limpo e higienizado para mant√™r a sa√ļde de seu bichinho.

Controle a temperatura.

 Os pintinhos geralmente precisam se manter aquecidos, caso n√£o tenham a m√£e que faz esse papel de aquec√™-los.
Mas tamb√©m √© importante que a temperatura da gaiola varie. Utilize uma l√Ęmpada para aquecer apenas um lado da gaiola, mantendo o outro lado menos quente. Dessa forma, o pintinho ter√° liberdade para escolher a temperatura mais confort√°vel para ele ao longo do dia.

  • Construa uma fonte de calor utilizando uma l√Ęmpada 100 watts em uma lumin√°ria refletora ou em um aquecedor de infravermelhos para r√©pteis. Instale uma dessas op√ß√Ķes em qualquer lado da gaiola. Ambas podem ser encontradas na maioria dos pet shops e lojas de produtos dom√©sticos.
  • Sempre mantenha a temperatura entre 32 ¬įC e 37 ¬įC durante as primeiras semanas de vida do pintinho. O pintinho servir√° como o term√īmetro da gaiola: por exemplo, se ele correr para o lado oposto ao da l√Ęmpada, √© sinal de que ela est√° quente demais. Caso esteja se esfregando nos cobertores ou nos outros pintinhos, aumente a temperatura da gaiola.
  • Mantenha a gaiola do pintinho longe de radiadores ou aparelhos aquecedores que n√£o utilizem l√Ęmpadas. Isso ajudar√° a manter a temperatura da gaiola quente e consistente. Tamb√©m √© recomend√°vel mant√™-la afastada de locais com bastante vento.
  • Caso tenha a m√£e com os pintinhos n√£o necessita de l√Ęmpadas e nem de aquecedores.

Apresente o pintinho √† nova gaiola. 

Após adquirir o pintinho, apresente-o ao novo lar inserindo-o gentilmente no habitat. Fale com ele em um tom de voz agradável e acaricie-o para que ele entenda que pode entrar na gaiola tranquilamente.

  • Pode ser uma boa ideia passar uma hora com o pintinho para ajud√°-lo a se acostumar com o novo lar.

Conserve a limpeza da gaiola. 

Manter a gaiola limpa √© muito importante para a sa√ļde do pintinho. Limpa as sujeiras mais vis√≠veis diariamente e fa√ßa uma limpeza completa uma vez por semana.

  • Substitua partes sujas da forra√ß√£o sempre que necess√°rio e troque toda a forra√ß√£o pelo menos uma vez por semana.
  • Lave o prato de √°gua e comida do pintinho pelo menos uma vez por semana com sabonete neutro e √°gua quente. Lembre-se de secar bem os pratos para evitar a prolifera√ß√£o de bact√©rias, as quais podem ser prejudiciais para a sa√ļde do pintinho.
  • Limpe as superf√≠cies e paredes sujas. Caso esteja utilizando uma caixa de papel√£o, √© recomend√°vel troc√°-la quando ela estiver suja ou cheirando mal

Alimente o pintinho. 

Ele deve receber um tipo especial de comida durante os primeiros meses de vida. Providencie bastante comida e deixe o pintinho se alimentar ao longo do dia.

  • Providencie alimentos especiais formulados especificamente para pintinhos durante os dois primeiros meses de vida do animal. Voc√™ pode oferecer alimento com medicamentos ou sem medicamentos dependendo das necessidades do pintinho ou da sua prefer√™ncia. Esse tipo de alimento pode ser encontrado em pet shops ou no consult√≥rio veterin√°rio.
  • Quando o pintinho tiver dois meses de vida, passe a oferecer ra√ß√£o de crescimento com teor de prote√≠na √© de 17%. Ap√≥s mais dois meses, troque a ra√ß√£o novamente por uma que contenha um pouco menos de prote√≠na, ou por ra√ß√£o para poedeiras.
  • Verifique se o pintinho tem reservas suficientes de √°gua e alimento, pois ele crescer√° rapidamente. Coloque mais comida para ele sempre que necess√°rio e limpe o prato de comida pelo menos uma vez por semana.
  • Jogue fora qualquer ra√ß√£o velha, mofada ou estragada.

Providencie √°gua fresca.

Al√©m de bastante comida, o pintinho tamb√©m precisa de bastante √°gua fresca. Coloque um prato pequeno com √°gua fresca dentro da gaiola do pintinho diariamente e encha-o sempre que necess√°rio. Verifique o prato algumas vezes por dia para se certificar de que h√° √°gua suficiente e que o prato est√° limpo.

Verifique se o pintinho est√° doente. 

Manter o h√°bito de alimentar o bichinho da maneira apropriada √© importante para preservar a sa√ļde do animal. No entanto, √© sempre bom observar o pintinho e os dejetos para verificar se est√° saud√°vel e n√£o demonstra poss√≠veis sinais de doen√ßa.

  • Preste aten√ß√£o se a respira√ß√£o do pintinho estiver chiando ou se ele estiver mancando, pois isso indica poss√≠veis problemas relacionados aos pulm√Ķes ou ao desenvolvimento das pernas do pintinho.
  • Tamb√©m examine as fezes do pintinho. A diarreia pode emaranhar as penas ou constringir a cloaca do pintinho, a qual √© a abertura do trato digestivo e do trato urin√°rio.
  • Evite apresentar outros pintinhos de bandos diferentes ao seu pintinho, pois eles podem transmitir doen√ßas.

Observe as penas. 

Um dos primeiros sinais de que o pintinho está se transformando em uma galinha adulta é o aparecimento das penas. Na maioria dos casos, você perceberá o desenvolvimento das penas alguns dias após o pintinho sair do ovo.

  • Continue monitorando o pintinho durante as semanas seguintes para verificar se as penas dele est√£o crescendo da maneira apropriada. A frequ√™ncia de crescimento das penas deve aumentar nas pr√≥ximas semanas e o seu pintinho parecer√° mais com uma galinha adulta.
  • Esteja ciente de que √© normal o pintinho parecer um pouco estranho enquanto a transi√ß√£o estiver ocorrendo. N√£o se surpreenda se ele apresentar pernas longas e desengon√ßadas ou penas desalinhadas. Essa fase √© relativamente curta.

Promova o crescimento do pintinho atrav√©s da dieta. 

Você pode perceber um aumento no apetite do pintinho à medida que suas penas forem crescendo. Providencie a alimentação apropriada para a idade do pintinho, além de disponibilizar bastante água.
  • Alimente o pintinho com ra√ß√£o inicial at√© ele atingir cerca de 18 semanas de idade. Quando ele tiver de 18 a 20 semanas, troque-a por ra√ß√£o para poedeiras, que apresenta um teor mais alto de c√°lcio, auxiliando no crescimento do animal. Voc√™ pode adquirir uma ra√ß√£o para poedeiras nutritiva no pet shop ou consult√≥rio veterin√°rio da regi√£o. Esse tipo de ra√ß√£o possui o teor certo de prote√≠nas, vitaminas e nutrientes para auxiliar no crescimento do pintinho.
  • Se poss√≠vel, evite oferecer gr√£os triturados ao pintinho. Embora esse tipo de ra√ß√£o seja bem aceita pelo pintinho, ela pode n√£o conter todos os nutrientes necess√°rios para o crescimento do animal. Ofere√ßa esse tipo de ra√ß√£o apenas como um petisco.
  • Verifique se o pintinho possui uma fonte consistente de comida e √°gua limpas. Espalhe o alimento pela gaiola e sempre deixe um prato com √°gua fresca no local. Durante a fase de crescimento do pintinho, √© recomend√°vel visitar a gaiola v√°rias vezes por dia, reabastecendo a √°gua e a comida.

Transfira o pintinho para um galinheiro. 

Eventualmente, a gaiola será pequena demais para o pintinho e para sua mãe caso estejam criando pintinhos caipiras. Por mais que tenha a intenção de deixar o pintinho andar livremente pela casa, é importante que ele tenha um galinheiro para protegê-lo do clima e de predadores.
  • Voc√™ pode comprar um galinheiro constru√≠do comercialmente ou construir um por conta pr√≥pria. O galinheiro deve ter de 0,2 a 0,3 metros quadrados para que o pintinho possa viver confortavelmente. √Č poss√≠vel encontrar galinheiros em pet shops, mas voc√™ tamb√©m pode compr√°-los em lojas de segunda m√£o. Caso decida construir o galinheiro por conta pr√≥pria, ser√° necess√°rio incluir o seguinte: quatro paredes, uma barra para o pintinho se empoleirar e uma porta com um trinco seguro.
  • Tome medidas de seguran√ßa ao construir o galinheiro. Ou soltar o pintinho no terreno com os demais, arrume um local para eles dormirem em seguran√ßa longe das outras galinhas adultas.
  • Transporte o pintinho para o galinheiro quando a temperatura for de pelo menos 12¬įC. Lembre-se de que o pintinho ainda ser√° sens√≠vel a temperaturas quando estiver crescendo e pode precisar ficar mais tempo dentro do galinheiro para crescer de maneira saud√°vel.
  • Esteja ciente de que, embora n√£o haja problema em colocar o pintinho no galinheiro com outras galinhas, ele pode hesitar inicialmente. Acostume-o com o bando gradualmente, colocando-o para brincar com as outras galinhas ao ar livre ou deixando-o no galinheiro durante alguns minutos por dia at√© que ele esteja pronto.

Mantenha o galinheiro limpo.

 Durante a fase de crescimento do pintinho, ainda ser√° necess√°rio manter o ambiente limpo para promover a sa√ļde e o bem-estar do animal. Varra o galinheiro pelo menos uma vez por semana e verifique os pratos de √°gua e comida diariamente para se certificar de que n√£o h√° comida velha ou mofada, ou algas crescendo na √°gua.